12 fatos sobre a menstruação que você pode não saber

Algumas mulheres parecem não saber ou não compreender detalhes importantes sobre o funcionamento de seus corpos. Por exemplo, um estudo australiano constatou que apenas “13% das mulheres pode responder corretamente quais são os dias férteis do seu ciclo menstrual”.

“Se a sua última fonte de informação sobre o seu ciclo menstrual foram as aulas de Ciências na escola, saiba que você tem muito a aprender na suas consultas ginecológicas”, diz a ginecologista e obstetra, Cris Carneiro (CRM-SP 59.336).

Reunimos 12 informações, a seguir, que você pode não saber sobre o seu período menstrual:

  1. Você pode engravidar no seu período menstrual. “Sim, é altamente improvável, mas não é impossível, então não use a menstruação como uma desculpa para não usar a proteção adequada”, aconselha a médica;

  2. Você está mais fértil durante e nos dias próximos da ovulação. “A ovulação – a libertação de um óvulo de um ovário – normalmente acontece no meio do ciclo de uma mulher. Calculadoras de ovulação são úteis para você entender melhor o seu próprio ciclo menstrual”, informa Cris Carneiro;

  3. Períodos irregulares podem significar uma série de coisas. “Menstruação irregular (seja na forma de perda de sangue, manchas de sangue entre períodos ou um período que durou mais de sete dias) pode ser causada por diversas razões, desde perda de peso extremo, estresse, gravidez ou o uso de certos medicamentos para doenças graves, como câncer uterino. Consulte o seu ginecologista se você está preocupada com um período menstrual irregular”, recomenda a ginecologista;

  4. Walt Disney fez um filme sobre a menstruação. Em 1946, a Disney lançou The Story of Menstruation, como um auxílio educacional para aulas de educação sexual. “Há rumores de que o filme foi o primeiro a usar a palavra ‘vagina’”, afirma a médica;

  1. A média de perda de sangue de uma mulher durante o período menstrual é de menos de uma xícara. “Muitas mulheres queixam-se de fluxo intenso, mas o fato é que a maioria das mulheres perde entre algumas colheres de sopa a um copo de sangue a cada mês”, explica Cris Carneiro;

  2. Menstruação pode ser conhecida por muitos nomes, mas ainda assim é menstruação. “Lembre-se que no ensino médio, quando você estava com vergonha de dizer que estava em seu período menstrual, você e suas amigas utilizavam diversos nomes e códigos (“chico”, “boi”, “tá de boi”, “bezerra”, “incomodada”, “regrada”…). Espero que isso tenha ficado para trás”, diz a ginecologista”;

  3. As opiniões sobre sexo no período menstrual podem variar. “Sabemos que a preferência sexual é individual – não há um espectro sobre tudo, desde tipo de sexo preferido a posição preferida – por isso faz sentido que a opinião sobre sexo no período menstrual seja individual também. Isso vale para homens e mulheres”, defende a ginecologista;

  4. Da mesma forma, o período menstrual pode fazer com que a mulher se sinta menos interessada em sexo do que o habitual. “A progesterona – hormônio que potencialmente aumenta a libido – está mais baixa durante o período menstrual, por isso, você pode apresentar menos desejo sexual durante o período”, explica Cris Carneiro;

  5. Não se sabe se o período de sincronização é uma coisa real. Mas é bem possível que você / sua irmã / sua companheira / sua sócia compartilhem bem mais do que apenas segredos. “A ciência por trás da teoria continua a ser controversa. Muitos estudos ainda são necessários, mas há quem defenda que como mulheres que convivem muito proximamente compram as mesmas peças de roupas, mesmo que separadas, elas podem, em alguns casos, ajustarem, seus ciclos menstruais”, diz a ginecologista;

  6. Menstruação ainda é considerada tabu em alguns lugares. “Enquanto as meninas pré-adolescentes, nos países ocidentais, podem ter de suportar brincadeiras de seus colegas do sexo masculino em relação ao fato, em lugares como na Índia rural, as meninas são orientadas a não cozinhar o alimento para que não o contamine, a não tocar em imagens sagradas, para não profaná-las, dentre muitas outras restrições”, conta a médica;

  7. Mesmo num mundo super avançado como o nosso, somente em 2011, uma empresa americana mostrou pela primeira vez, numa propaganda de absorventes, o sangue menstrual como ele é. “Eles quebraram a tendência antiga da publicidade de mostrar ‘mulheres que sangravam um líquido azul’, mas o anúncio ainda assim só apareceu na mídia imprensa. Temos vencido algumas batalhas em relação a esse tema, mas não podemos nos enganar, o tabu continua de pé”, alerta Cris Carneiro;

  8. “A idade média de uma menina que menstrua hoje, pela primeira vez, é de 12 anos. No entanto, as meninas estão menstruando cada vez mais jovens e não sabemos ao certo o que está causando a aceleração da puberdade. Há muitas teorias sobre o assunto, que vão desde fatores ambientais a dietas ricas em gordura e outras relacionadas ao estresse”, diz a ginecologista.

Publicado em Notícias e marcado , , , , , .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *